Conheça algumas regras para iluminar sua sala de jantar e outros ambientes


Não há modelos ideais de luminárias, o que conta é a funcionalidade da iluminação

Lustres sobre a mesa de jantar devem ficar a 90 cm do tampo (Foto: Fernando Garcia)
Quando o assunto é iluminação correta para a sala de jantar é importante observar qual o lustre ideal para a mesa. Um tamanho inadequado ou um modelo que não harmonize com o ambiente e com a mesa podem comprometer o projeto de iluminação.
A arquiteta Laurimar Coelho orienta que a distância em relação ao tampo é vital para valorizar a peça e garantir eficiência na iluminação. “Em geral, lustres sobre a mesa de jantar devem ficar a 90 cm do tampo. Mas há casos em que essa medida deve ser reavaliada por conta de algum detalhe na peça”. Outra dica é que nem sempre o lustre precisa ficar no centro da mesa.
Não existe uma regra que determine modelos ideais para cada tipo de mesa, mas vale ressaltar que decorações com linha mais moderna pedem modelos que sigam esse formato. O mesmo serve para uma linha mais clássica. Segundo a arquiteta Laurimar Coelho, lustres revestidos de cristais ou modelos em tecido trabalhado a algo similar a uma renda estão em alta.
Na sala de jantar, são vários e diferentes momentos que as pessoas vivenciam, como uma refeição em família, uma pizza animada com os amigos ou um jantarzinho romântico. Por isso, o ideal é que haja uma iluminação que possa se adequar a cada ocasião. Assim, uma ótima ideia é substituir o interruptor por um dimmer, que permite o controle da intensidade da luz, tornando o ambiente bem flexível e versátil.

Luzes embutida , arandelas e lustres pendentes valorizam a iluminação
Outra solução para deixar a sala de jantar iluminada na medida certa é dispor de iluminações combinadas, como spots embutidos, arandelas e lustres pendentes.
Em um projeto cuja proposta era ampliar o ambiente, que dividia a cozinha integrada à sala de jantar com um balcão de refeições, Fernando Garcia, proprietário da loja Illuminarium Iluminação, de Piçarras, Santa Catarina, usou dois pendentes com 60 cm de diâmetro. “Usei o preto por fora (para ficar neutro no cenário da mobília) e um de cobre na parte interna, deixando as cores mais vivas e criando um ar romântico no ambiente”, conta.

O modelo da luminária tem que estar de acordo com o estilo de vida do proprietário (Foto: Thinkstock)
Outros ambientes – Sempre que Garcia inicia um projeto de iluminação ele escolhe o modelo de luminária de acordo com o perfil do cliente. “O lustre é adequado quando cumpre sua função”, comenta.
Nos quartos, por exemplo, o uso de rebatedores (leia-se peças com luz indireta) proporciona conforto visual. “Abusar dos embutidos dá a sensação de vários cenários em um mesmo local”, comenta.
Fonte: revista.zap.com.br
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s