Dicas para usar quadros e molduras na decoração


Quadros e molduras

Quarto com vários quadros coloridos
Vamos falar de quadros e molduras na decoração. As regras existem, mas não são muitas. O que deve imperar é o bom senso, a harmonia visual e o seu gosto pessoal. Primeiramente, se for uma obra de um artista consagrado, ela merece ficar em destaque na decoração do ambiente. Se for grande, pode ficar sozinha em uma parede. Se for pequena, é possível compô-la com outros quadros. O ideal é manter 1,60m de distância do chão até a metade do quadro ou 25 centímetros acima do encosto do sofá, caso a ideia seja estar próximo ao mobiliário.
Aparador, corredor e hall de entrada
Se estiver acima de um aparador, 20 centímetros de distância são suficientes. Os quadros e molduras também podem ficar apoiados sobre o móvel e encostados na parede. Um bom truque é antes de colocar as telas recortar um papel craft ou jornal, no mesmo tamanho das molduras, e fixá-los na parede com fita crepe para simular a composição.   Assim é possível ter uma ideia real de como os quadros ficarão organizados.
Outra questão importante é saber onde colocar os quadros. O hall de entrada e o corredor, por exemplo, têm o poder de causar uma boa primeira impressão aos visitantes. Uma ideia é colocar um quadro bem grande, assim, a parede estará “vestida”, sem necessidade de qualquer outro complemento. Outra boa sugestão é usar uma fotografia que conte um pouco da história dos moradores. Isso dará ainda mais personalidade a sua casa.
Veja na próxima página dicas práticas para dispor os quadros da maneira correta na decoração.

Fixando os quadros

layout explicando como usar quadros
Fixe a obra centralizada e alinhada com o batente superior da porta. Se preferir uma composição de vários quadros, um arranjo que sempre funciona é pendurá-los em sequência na horizontal, alinhados pelo alto da moldura e bem juntinhos, deixando de 8 a 10 centímetros entre eles. A altura do centro do quadro deve ser a do olhar de uma pessoa de estatura média. Esse tipo de composição também fica bem em corredores.
Já na sala de jantar, se houver um aparador no ambiente, basta seguir as indicações citadas anteriormente. Porém, caso a parede destinada a receber os quadros não tenha mobília recostada, é importante pendurá-los um pouco mais altos do que o habitual. Isso porque a sala de jantar é uma área em que as pessoas circulam com as mãos ocupadas com alimentos, louças e copos e um esbarrão numa moldura pode causar um acidente. Para otimizar a circulação no ambiente, o ideal é ter uma mesa centralizada e um quadro também centralizado na parede principal da sala de jantar.
Quarto de casal
Para os quartos de casal, trabalhar com um par de quadros alinhado com as laterais do colchão é uma ótima opção. As obras podem ficar apenas apoiadas nas cabeceiras que possuem uma caixa de 20 cm de profundidade e servem de prateleira. Quando as obras não estão presas, é mais fácil mudá-las de lugar, dando um novo charme ao ambiente. Esta proposta é uma variação do jeito mais usual de pendurar quadros, que é dispor uma obra centralizada na parede atrás da cama.
Fora isso, a sua criatividade é o limite. Você pode compor fotos de família, viagens e até mesmo um cardápio ou foto de um prato que você achou lindo e saboroso. Se você gosta de moda, pode colocar capas das principais revistas, como também croquis e até peças de roupas. O importante é a composição ter a identidade do morador.
Fonte: bbel.com.br
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s