Bolha imobiliária? Especialistas comentam valorização e indicam investimentos


SÃO PAULO – O preço dos imóveis encareceu muito nos últimos anos, fazendo com que algumas pessoas começassem a acreditar no surgimento de uma bolha no setor. Entretanto, para especialistas ouvidos pelo InfoMoney, apesar da forte valorização, o surgimento de uma bolha imobiliária é algo improvável, devido às condições econômicas atuais do País.
O coordenador do MBA em Gestão de Negócios Imobiliários e da Construção Civil e professor do FGV Management, Pedro Seixas Corrêa, ressalta que apesar da valorização dos últimos 3 anos ter sido impressionante, se for analisado um período maior de tempo, o aumento dos preços não é tão surpreendente.
“Se olharmos os últimos 10 anos, a valorização dos imóveis não foi tão grande comparada a outros investimentos. Então, havia uma certa defasagem dos preços que começou a ser corrigida nesses últimos anos”, afirma o especialista.
Segundo ele, uma série de fatores permitiu que essa recuperação do setor acontecesse neste momento. Entre eles, o acesso ao crédito e o aumento da renda da população. “Estes fatores não devem desaparecer no curto e médio prazos, e devem sustentar um crescimento maior do mercado imobiliário”, ressalta Corrêa.
Bolha?A supervisora do Easynvest, Aline Rabelo, também não acredita na formação de uma bolha imobiliária.
“Se analisarmos o cenário da pré-crise imobiliária americana, vemos que a situação daquele país era bem diferente do que vemos agora no Brasil. Nós temos, por exemplo, uma solidez maior nos nossos bancos e a regulamentação do mercado imobiliário é bem firme, diferente do cenário dos Estados Unidos antes da crise”, afirma Aline.
Além disso, ela também cita o aumento da renda dos brasileiros como principal pilar de sustentação desta elevação de preços. “Os imóveis são vendidos para pessoas com capacidade de pagamento e o aumento de preços não está sendo feito somente com base em expectativas futuras de preços. Ele está realmente embasado”, aponta.
Mais valorização e opção de investimentoDe acordo com o professor da FGV Management, o mercado imobiliário no geral ainda está bastante aquecido. Entretanto, segundo ele, é importante analisar regiões específicas, pois podem haver locais onde os preços já chegaram a um nível muito elevado, enquanto em outros, ainda pode haver mais aumento.
“No Rio de Janeiro, por exemplo, pode demorar um pouco mais para acontecer uma desaceleração dos preços, por conta da Olimpíada de 2016. Isso pade acontecer em diversas regiões do País”, afirma Corrêa.
Segundo o professor, o momento continua favorável para o investimento em imóveis, mas sempre com o objetivo de longo prazo. “É importante lembrar que este tipo de investimento deve sempre visar o longo prazo. O imóvel é um ativo pouco líquido, por isso é ideal para pessoas com perfil conservador”, diz.
De acordo com ele, especular com este tipo de investimento não é uma boa opção, mesmo em momentos de forte aumento de preços. “Algumas pessoas se animaram com a forte valorização e decidiram comprar imóveis para especular. Este tipo de comportamento não é compatível com o investimento em imóveis”, acredita Corrêa.
AlternativasPara aqueles que gostam de investir no longo prazo e, mesmo com as afirmações anteriores, ainda temem a formação de uma bolha imobiliária, a supervisora do Easynvest ressalta que existem outros investimentos interessantes que podem garantir um bom rendimento no longo prazo.
“O próprio mercado acionário é uma ótima opção para o longo prazo. O investidor pode comprar ações de diversos setores e montar uma carteira diversificada. Também pode optar por empresas que pagam bons dividendos, para acumular ainda mais em um horizonte maior de tempo”.
Outra opção, segundo ela, é investir nos ETFs (Exchange Traded Funds), também conhecidos como fundos de índice, que buscam obter o retorno com base em determinado índice de ações. “Eles fazem um ‘espelho’ do índice (a variação das cotas é muito parecida com a do índice de referência) e são uma excelente alternativa para diversificar o seus investimentos”, afirma Aline.
Além disso, os títulos do Tesouro Direto também são apontados por ela como uma boa alternativa de investimento de longo prazo.
“Para os investidores mais conservadores, os títulos são uma boa alternativa. Com as altas das taxas de juros, este investimento fica cada vez mais atrativo”, conclui Aline.
Fonte: InfoMoney
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s